Aumentar a área de armazenamento no armazém é uma tarefa desafiadora. Independentemente do espaço de armazenamento ser total ou parcialmente destinado a material embalado, a produtividade do layout permite um armazenamento organizado, simples de inventariar e de usar.

Os sistemas de armazenamento, racks, são úteis para armazenar material ou equipamento em inventário. No entanto, podem rapidamente tornar-se perigosos se forem instalados incorretamente, danificados ou carregados incorretamente.

Como tal, torna-se crucial a inspeção regular de racks e a correção de potenciais problemas, ajudando também a garantir a conformidade com os regulamentos de segurança.

Lista de verificação de inspeção de racks de armazém

Uma lista de verificação de inspeção de racks de armazém é usada para avaliar os vários componentes de racks, incluindo vigas, estruturas e suportes. A pessoa qualificada para inspecionar o armazém usa esta lista de verificação para procurar quaisquer problemas e não conformidades, para determinar o risco de colapso. A aplicação de listas de verificação de inspeção é uma forma eficaz de evitar colapsos de racks, que geralmente resultam em ferimentos graves e perda de produtividade.

A Agência Europeia para a Segurança e Saúde no Trabalho (OSHA – Occupational Safety and Health Administration) exige distâncias seguras, uso adequado de equipamentos mecânicos e marcações adequadas para passagens de veículos e pessoas, e corredores permanentes. A OSHA afirma que se deve armazenar o material ou equipamento de forma segura e estável, para que não ocorra deslizamentos ou colapsos. As áreas de armazenamento devem estar livres de materiais que possam causar tropeções, quedas ou contribuir para qualquer outro perigo. O layout do depósito e a política de uso de materiais contribuem para a segurança e eficiência geral do armazém.

Regularidade de inspeção de racks

Embora não haja um cronograma fixo para a frequência com que as racks devem ser inspecionadas, cada armazém deve avaliar os seus requisitos com base no seguinte:

  • Dimensões do sistema de racks usado e o tamanho do armazém.
  • Dimensão da atividade diária na área de armazenamento.
  • Tipo de equipamento operacional usado no armazém (empilhadoras, etc.).
  • Tipo de condições ambientais presentes na instalação.
  • Grau de habilidade e formação do pessoal contratado.

Uma pessoa responsável pela segurança de racks (PRRS) deve ser nomeada em cada armazém, ficando encarregue de examinar os fatores supramencionados e, em seguida, determinar a frequência necessária das inspeções. Pelo menos uma inspeção de racks deve ser realizada a cada 12 meses, conforme a norma 15635. A inspeção exige um relatório preenchido e entregue ao PRRS para que este possa averiguar pontos relevantes e tomar as necessárias ações corretivas, preventivas e de melhoria. Embora este seja o requisito mínimo, verificações regulares devem ser realizadas ao longo do ano.

tipos de configuração de racks

Racks têm quantidade limitada de danos que podem sofrer e as habilidades/capacidades dos manobradores de empilhadores têm uma grande influência na quantidade de danos que podem ser causados. Para garantir que a instalação de racks permaneça em condições de manutenção e segurança, é importante que o sistema seja inspecionado regularmente por um inspetor de racks tecnicamente treinado e competente.

As inspeções de racks são um aspeto crítico na segurança do armazém, sendo que as inspeções anuais devem ser complementadas com todas as verificações internas que são concluídas internamente.

Razões para realização de inspeções regulares de racks:

1. Para proteger os seus trabalhadores e mantê-los seguros. Mesmo nos melhores ambientes de execução, acidentes acontecem e os racks podem ser danificados, tornando-se potencialmente inseguros. Ter uma atitude pró-ativa e identificar danos e defeitos, pode garantir a identificação de problemas antes de causar danos ou ferimentos.

2. Em Portugal, as normas de segurança em armazéns são contempladas pelo Decreto-Lei n.º 243/86 de 20 de Agosto, que aprova o Regulamento Geral de Higiene e Segurança do Trabalho nos Estabelecimentos Comerciais, de Escritório e Serviços.

A Norma Europeia EN15635:2008 fornece diretrizes para aspetos operacionais relevantes para a segurança estrutural de sistemas de armazenamento, minimizando o risco e as consequências de operação insegura ou danos à estrutura. Esta Norma Europeia apresenta orientações em conjunto com EN15512, EN15620 e EN15629 para garantir que todos os intervenientes estejam cientes das limitações de cada área para permitir que um projeto seguro seja produzido.

3. O impacto financeiro para uma empresa pode ser elevado, caso uma parte ou a totalidade do armazém pare de funcionar. Clientes perdidos e compensação por contratos de cumprimento violados são das potenciais consequências com maior impacte nas empresas.

4. Os custos da interrupção do seu negócio num cenário de falha de serviço no armazém devido a um colapso do rack são fáceis de subestimar. Com prazos de entrega curtos e produção Just in Time (JIT), a produção poderá ser afetada, podendo levar a quebras de contratos e perda de clientes.

5. Para garantir a validade do seguro e evitar um aumento abrupto dos prêmios após um acidente. Embora algumas apólices possam não identificar especificamente a necessidade de inspeção, sem dúvida impõem ao segurado os requisitos de garantir a conformidade com a legislação relevante, de garantir a segurança dos trabalhadores e de manter o equipamento em boas condições de funcionamento.

6. Conformidade com o contrato de serviço – Atualmente várias empresas apresentam uma crescente preocupação e atenção na avaliação de fornecedores, sendo um dos parâmetros a segurança e boas práticas. Este novo requisito de conformidade traduz-se na apresentação de comprovativos de inspeção regular, muitas vezes sendo este uma cláusula vital na celebração de contratos de fornecedores.

7. Acidentes de trabalho, como o colapso de um rack, especialmente se houver ferimentos ou morte, trarão publicidade negativa à empresa, traduzindo posteriormente em perda de confiança por partes do cliente, funcionários e todos os restantes intervenientes.

A APO Partner dispõe de serviços a nível de Segurança e Saúde no Trabalho, onde se inclui a verificação e inspeção técnica de Sistemas de Armazenagem, RACKS, de acordo com a EN 15365. Contacte-nos!