A descontaminação é um processo importante em eliminar ou minimizar a exposição a fibras de amianto, especialmente para os indivíduos que se encontram fora da área de trabalho. O processo apropriado para a descontaminação irá depender dos riscos, do tipo de remoção de amianto e as condições em que esta é realizada. A descontaminação é aplicada às áreas de trabalho, aos equipamentos e ferramentas utilizadas e também aos próprios trabalhadores.

Descontaminação da área de trabalho de remoção de amianto

A descontaminação pode ser realizada por dois processos. 

  • Utilização de panos húmidos de modo a limpar a área. Devem ser usados planos e não devem ser amassados, assim como só devem ser usados uma vez. Caso a água que esteja a ser utilizada fique contaminada, esta deve ser tratada de forma apropriada. Deve ser tido especial cuidado para potenciais riscos elétricos. 
  • Descontaminação realizada através da aspiração da área de trabalho com um aspirador de categoria H.

Equipamentos, ferramentas e roupas não devem ser removidas da área de trabalho a não ser que tenham sido descontaminadas ou contidas adequadamente em recipientes próprios.

A descontaminação dos equipamentos e ferramentas podem ser realizadas através dos métodos supracitados, caso não seja viável, devem ser colocados em sacos apropriados e selados.

Procedimento de descontaminação pessoal

A descontaminação pessoal envolve remover quaisquer resíduos/pó visíveis dos equipamentos de proteção individual (EPI) e equipamentos para proteção respiratória. A descontaminação pessoal deve ser realizada sempre que o trabalhador saia da área de trabalho de remoção de amianto. EPIs contaminados não devem ser transportados fora da área de trabalho para evitar contaminação, exceto para fins de eliminação, neste caso devem ter acondicionados de modo a evitar a contaminação. Os equipamentos de proteção respiratória devem ser usados pelo trabalhador até todos os EPIs terem sido limpos e/ou removidos, assim como durante a lavagem pessoal do trabalhador. 

Devem ser asseguradas áreas específicas para que os trabalhadores se possam descontaminar quando estão a sair da área de trabalho de remoção de amianto e também para o armazenamento de quaisquer equipamentos ou ferramentas utilizados As áreas de descontaminação pessoal devem apresentar uma área de descontaminação suja, área de descontaminação limpa e uma área limpa, estando fisicamente separadas de modo a assegurar a não ocorrência de contaminação cruzada. Também é importante assegurar que o fluxo do ar siga o percurso da área limpa para a área de descontaminação suja.

A unidade de descontaminação deve estar imediatamente, se possível, adjacente e diretamente ligada à área de remoção. Deve ser localizada o mais longe possível de por exemplo, de áreas de almoço.  

Toda a água proveniente da unidade de descontaminação deve ser adequadamente tratada antes de ser libertada para o saneamento. 

Descontaminação dos equipamentos

As ferramentas/equipamentos, após a conclusão do trabalho, devem ser descontaminadas, procedendo ao desmantelamento das mesmas, se exequível, e limpar através de panos húmidos ou através do uso de um aspirador de categoria H, de modo a remover o pó e resíduos visíveis de amianto. Por vezes, pode ser mais fácil remover as ferramentas/equipamentos da área de trabalho como resíduo contendo amianto, do que proceder à sua descontaminação. As ferramentas/equipamentos podem ser transportadas para outra área de remoção de amianto, nestes casos deve ser assegurado que são colocados em sacos apropriados e selados e rotulados.

Os trabalhadores necessitam de formação específica de modo a procederem à correta entrada e saída das áreas de trabalho de remoção de amianto.

A APO dispõe de um serviço de acompanhamento e de formação específicos para trabalhos de remoção de amianto.