Blog

Implementação

4 dicas para a Implementação de um Sistema de Gestão de Qualidade (SGQ)

4 pilares para uma implementação de sucesso Podemos considerar que há 4 pontos fundamentais e transversais a qualquer desenvolvimento de um projeto, a nível organizacional, e que, portanto, também são aplicáveis a implementação de um SGQ. São eles: Planeamento: Parece óbvio, mas é muitas vezes negligenciado: os objetivos, datas, recursos internos ou externos, estratégia devem ser claramente definidos tal como em qualquer projecto. Liderança: É outro aspeto crítico e muito mais agora na nova versão da NP ISO 9001. É crítico que haja desde [...]

Responsabilidade Ambiental (DL 147/2008)

Âmbito do diploma Responsabilidade Ambiental O Diploma de Responsabilidade Ambiental (Decreto-Lei nº 147/2008) estabelece o regime jurídico da responsabilidade por danos ambientais, com base no princípio do poluidor-pagador. Este regime aplica-se a qualquer pessoa singular ou coletiva, pública ou privada, que execute, controle, registe ou notifique uma atividade ocupacional (alínea l) nº1 do art. 11º. As atividades ocupacionais que estão sujeitas a este diploma estão descritas no Anexo III do mesmo, e englobam atividades, por exemplo, do setor dos transportes, da [...]

Principais Benefícios da Implementação da ISO 9001

Os 6 B´s da ISO 9001 As empresas obtiveram grandes benefícios através da aplicação da norma ISO 9001, descobrindo economias de custo e ganhos de eficiência. Aqui estão as explicações dos seis principais benefícios e os motivos da sua importância: 1. Melhoria da credibilidade e imagem A ISO 9001 é uma norma internacionalmente reconhecida. A existência de um SGQ baseado na ISO 9001 pode ser um critério de selecção a. Esta situação ganha particular relevo caso a organização esteja a concorrer no setor público [...]

ISO 9001:2015 – Alterações, Estrutura, O que mudou…

A publicação da revisão da ISO 9001:2015 apresenta alterações significativas, especialmente quando comparada com a revisão efectuada em 2008. Desta forma, pretendemos, com a publicação deste artigo, salientar os principais aspectos dessas mesmas alterações. ANEXO SL – Estrutura de alto nível A norma ISO 9001:2015 foi reestruturada com base no Anexo SL, estratégia que será aplicada gradualmente a todas as normas de sistemas de gestão ISO. No futuro terão o texto principal semelhante bem como termos e definições comuns. Esta estrutura tem [...]

Radiações Ópticas de Fontes Artificiais (ROA)

A Lei n.º 25/2010 entrou em vigor a 1 de Novembro de 2010. Tem como objectivo a protecção dos olhos e da pele dos trabalhadores expostos a radiações ópticas de fontes artificiais (ROA). As ROA incluem a luz emitida a partir de todas as fontes artificiais, nas suas diferentes formas, como por exemplo Ultravioleta, infravermelho, lasers mas excluindo a luz solar. A generalidade das actividades encontram-se expostas a algum tipo de radiações ópticas de fontes artificiais. A grande maioria das [...]

Sistema de Gestão da Segurança e Saúde do Trabalho

Os dados estatísticos que vão sendo publicados acerca dos acidentes de trabalho e de doenças profissionais dão a ideia que os custos que acarretam à sociedade, bem como os custos humanos, vão para além dos valores económicos envolvidos na sua prevenção. Isto reflecte também uma razão económica para a adopção de medidas de prevenção e controlo para além das razões éticas, morais e legais. Desta forma um Sistema de Gestão da Segurança e Saúde do Trabalho (SGSST), proporciona um conjunto [...]

Monitorização de agentes químicos no local de trabalho

Enquadramento De acordo com os princípios gerais de promoção da segurança, higiene e saúde no trabalho é da responsabilidade do empregador assegurar nos locais de trabalho que as exposições que as exposições a agentes químicos não constituem risco para a segurança do colaborador. Para isso devem proceder à avaliação de riscos e tomar as medidas preventivas que se mostrem adequadas. O decreto-lei 290/2001 de 16 de Novembro, estabelece a regras de protecção dos trabalhadores contra a exposição a agentes químicos. A [...]

Medidas de autoproteção – SCIE

O Regime Jurídico da Segurança Contra Incêndios (RJ-SCIE) Decreto-Lei nº 220/2008, que entrou em vigor em 1 de Janeiro de 2009, engloba as disposições regulamentares de segurança contra incêndio aplicáveis a todos os edifícios e recintos, todos os edifícios e recintos (operações urbanísticas), independentemente do seu uso e em todo o seu ciclo de vida, obrigatoriamente classificados numa ou mais das 12 utilizações tipo (UT), com as excepções mencionadas nos nº 2, 3 e 4 do artigo 3.º do [...]

Ruído Ocupacional

Apesar de ser um conceito um pouco subjectivo o ruído pode ser definido como um som indesejado num momento particular. Todo o ruído é um som mas um som nem sempre é um ruído. Por exemplo a percepção do som de uma discoteca para quem está lá dentro e quem está cá fora é diferente, lá dentro é um som agradável cá fora e percepcionado como ruído. As pessoas regularmente expostas ao ruído podem desenvolver perdas auditivas com uma gravidade [...]