O material de betão pode ter um impacto negativo significativo na fauna marinha e em outros organismos aquáticos. A exposição a betão pode ainda condicionar a qualidade da água subterrânea, o pH de afluentes, o desenvolvimento da flora nas imediações e áreas envolventes.

Empresas produtoras de betão ou empreiteiros têm a responsabilidade de proteger plantas, animais, pessoas e cursos d’água de resíduos de betão e água de lavagem.

Lavagem do betão

A água de lavagem do betão provém da lavagem de autobetoneiras, tambores e bombas de betão, na qual estão incluídos a água da lavagem de ralos, de equipamentos e das partes exteriores das autobetoneiras. A água da lavagem é tóxica, podendo contaminar o abastecimento de água potável.

O descarte incorreto pode entupir tubos de drenagem e, consequentemente, causar inundações. Os operadores devem evitar que a água de lavagem de betão entre em cursos d’água, bueiros e lençóis freáticos.

Se possível, todos os resíduos de betão e água de lavagem devem ser devolvidos com cada autobetoneira de betão para descarte na fábrica de betão.

Se isso não for possível, os operadores podem instalar uma área de lavagem de betão no local.

Formação e Responsabilidade

A eficácia de uma área de lavagem de betão no local depende do uso por parte dos motoristas de autobetoneira e das áreas de lavagem de betão designadas. Para que tal aconteça, é necessária especial atenção na formação dos intervenientes e sinalização explícita da área de lavagem designada.

Os operadores devem garantir que os contratos de betão incluam requisitos para que os motoristas de autobetoneira de betão usem áreas de lavagem de betão designadas.

Especificações de design e instalação

Implementação

As etapas a seguir auxiliarão na redução dos efeitos da poluição das águas pluviais por resíduos de betão:

  • Execute a lavagem de autobetoneiras fora do local ou apenas em áreas designadas para lavagem de betão.
  • Não permita que o excesso de betão seja despejado no local, exceto em áreas designadas para lavagem de betão.
  • As áreas de lavagem de betão podem ser um recipiente de lavagem de betão pré-fabricado ou estruturas auto-instaladas (acima ou abaixo do nível).
    • Recipientes pré-fabricados são mais resistentes a danos e protegem contra derrames e fugas. As empresas podem oferecer serviço de entrega e fornecer manutenção e descarte regular de resíduos sólidos e líquidos.
    • Se forem usadas áreas de lavagem de betão auto-instaladas, as estruturas abaixo do nível são preferíveis às estruturas acima do nível porque são menos propensas a derrames e fugas.
    • Estruturas acima do nível auto-instaladas só devem ser usadas se a escavação não for prática.

Formação e Sensibilização

  • Discutir as técnicas de gestão de betão com o fornecedor de betão antes que qualquer entrega seja feita.
  • Formar os funcionários e subcontratados nas técnicas de gestão de resíduos de betão.
  • Uma placa deve ser instalada ao lado de cada instalação temporária de lavagem de betão para informar os operadores de equipamentos de betão a utilizar as instalações adequadas.

Contratos

  • Incorporar requisitos para gestão de resíduos de betão em acordos explícitos com fornecedores e subcontratados.

Localização e colocação

  • Localize a área de lavagem a pelo menos 15 metros de áreas sensíveis, como bueiros, valas abertas ou corpos d’água, incluindo pântanos.
  • Permita o acesso conveniente para autobetoneiras, de preferência próximo da área de descarga do betão.
  • Se as autobetoneiras necessitarem de uma área pavimentada para terem acesso à zona de lavagem, coloque uma camada de rocha ou fragmentos de pedreira (use a entrada de construção estabilizada). Essas áreas devem estar distantes o suficiente de outro tráfego de construção para reduzir a probabilidade de danos acidentais e derrames.
  • O número de instalações necessárias destas áreas deve depender da necessidade esperada de capacidade de armazenamento.
  • Em grandes locais com extenso trabalho de betão, os resíduos devem ser colocados em vários locais para facilidade de uso pelos motoristas de autobetoneira de betão.

Tipos de sistemas de lavagem de betão

Diferentes tipos de contentores de lavagem estão disponíveis para recolha, retenção e reciclagem de água de lavagem e sólidos da lavagem de rampas de autobetoneiras mistas e tremonhas de autobetoneiras de bomba em estaleiro de obras.

Caixa de lavagem da calha

Uma caixa de lavagem da calha é montada na parte traseira do autobetoneira. Toda a água de lavagem e sólidos são capturados nessa caixa.

Após a lavagem, a água de lavagem e os sólidos são devolvidos para reciclagem à empresa produtora de mistura pronta. Uma cesta de filtro próxima do topo da caixa de lavagem separa os agregados de maiores dimensões para que estes possam ser encaminhados para reutilização na obra em si ou na fábrica de betão de mistura pronta.

 

Lavagem de calha com balde e bomba

Após a entrega do betão de mistura pronta e raspagem do material retido na calha, o motorista pendura um balde de lavagem na extremidade da calha da autobetoneira e coloca uma mangueira para evitar fugas.

Posteriormente o motorista lava a calha para dentro da balde a fim de remover qualquer material de cimento. Com a lavagem efetuada, o motorista bombeia a água de lavagem, areia e outros sólidos finos do balde para o tambor da autobetoneira para serem devolvidos à central de betão. Uma tela removível na parte inferior do balde de lavagem evita que o agregado entre na bomba. Este agregado também pode ser devolvido à entidade produtora e adicionado à pilha de agregados de maior dimensão para ser reutilizado.

Vala de lavagem de plástico com fardos de feno

Uma vala de lavagem feita com fardos de feno e um forro de plástico podem ser cavados no solo ou construídos acima do nível. O revestimento de plástico não deve ter rasgos ou buracos, impedindo a água de lavagem de vazar para o solo. Depois da vala ser usada para lavagem de calhas de várias autobetoneiras e da água de lavagem evaporar ou ser aspirada, os sólidos endurecidos restantes podem ser quebrados e removidos do poço. Se ocorrer algum dano, a vala precisará de reparações e revestimento com plástico novo. Quando os sólidos endurecidos são removidos, eles podem ser presos ao forro de plástico e enviados para um aterro sanitário, em vez de reciclados.

Recipiente de lavagem em vinil

O recipiente de vinil é portátil, reutilizável e mais fácil de instalar do que uma vala com fardos de feno. Quando a bolsa é levantada, a água é filtrada e os sólidos de betão restantes e a bolsa podem ser descartados juntos para aterro ou o betão endurecido pode ainda ser encaminhado para reciclagem. A água de lavagem pode ser removida mais rapidamente colocando outro saco de filtro no recipiente e espalhando espessante uniformemente na água. Em cerca de cinco minutos, a água na bolsa de filtro transformar-se-á em gel que pode ser removido com a bolsa.

Contentor de lavagem

O contentor do tipo roll-off é projetado para conter com segurança água de lavagem de betão e sólidos. Sendo portátil e reutilizável, este equipamento tem uma rampa que permite que autobetoneiras com bombas lavem as tremonhas. Os fornecedores de contentores roll-off oferecem serviços de reciclagem, recolhendo-os depois da água de lavagem evaporar e os sólidos endurecerem, substituindo-os por outros vazios e entregando o material endurecido a uma recicladora, em vez de a um aterro. Tudo é reciclado ou tratado o suficiente para retornar às águas superficiais naturais.

Localização de instalações de lavagem

Instalações de lavagem de betão, como valas de lavagem e recipientes de vinil ou metal, devem ser colocadas em locais que proporcionem acesso conveniente às autobetoneiras.

As autobetoneiras não devem ser colocadas a menos de 15 metros de bueiros, valas abertas ou corpos d’água. Cascalho ou rocha apropriada devem cobrir as imediações das instalações de lavagem de betão quando elas estão localizadas em propriedades não desenvolvidas. Em grandes locais com extenso trabalho de betão, os resíduos devem ser colocados em vários locais para facilidade de uso por motoristas de autobetoneira. Se a instalação de lavagem não estiver à vista do local da descarga, será necessária sinalização para direcionar os motoristas da autobetoneira.

Operação e inspeção das instalações de lavagem

As instalações de lavagem de betão devem ser inspecionadas diariamente e após chuvas fortes para verificar se há fugas, identificar se os revestimentos de plástico e as paredes laterais foram danificados pelas atividades de construção e determinar se eles foram cheios com mais de 75% da capacidade. Quando o recipiente de lavagem é cheio com mais de 75% de sua capacidade, a água de lavagem deve ser aspirada ou evaporar para evitar transbordamentos. Então, quando o material sólido restante endurecer, deve ser removido e reciclado. Articulando com a direção de obra pode inclusive ser utilizado em obra. Danos no recipiente devem ser reparados imediatamente. Antes de chuvas fortes, o nível de líquido do recipiente de lavagem deve ser reduzido ou o recipiente deve ser coberto para evitar um transbordamento durante as intempéries.

A APO Partner dispõe de serviços a nível de Segurança em Obra, onde se inclui a avaliação e planeamento de instalação e uso de áreas de lavagem de autobetoneiras. Contacte-nos!